Revista Berggasse 19

 

Artigos

Em 2010, um crescente e vigoroso interesse dos membros de Ribeirão Preto pela escrita psicanalítica e a busca pela divulgação de seu pensamento foram a força propulsora para o nascimento de uma revista local. Um primeiro objetivo foi a colaboração de membros da sociedade e de outras instituições filiadas à IPA, para expressar o plural pensamento psicanalítico no Brasil. Pensávamos na importância da escrita psicanalítica como veículo de troca, reunião e comunicação. Seguindo os fundadores, a revista dá continuidade a esse trabalho, valorizando o aprimoramento do pensar que ocorre através da palavra escrita e impressa.

A Berggasse 19, publicação semestral da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto (SBPRP), nasceu da iniciativa de alguns membros, apoiados na tradição societária em publicações de periódicos, com circulação interna e externa, para instituições psicanalíticas e universitárias, no Brasil e exterior.

O nome da revista, endereço de Freud em Viena, foi obtido via pesquisa de sugestão entre todos os membros de nossa Sociedade. Berggasse 19 foi o que nos pareceu mais representativo de algo que fosse uma base, uma origem, um local de começo e também uma referência sólida.

Em 2013, com seu caminho mais pavimentado, a Berggasse 19 modificou a sua linha editorial, de forma a receber artigos de psicanalistas em formação e também de autores pertencentes a outras áreas, tais como Artes, Filosofia, Sociologia e Antropologia.
Gradualmente, a Berggasse 19 vem se firmando no cenário científico brasileiro, recebendo trabalhos das diversas sociedades psicanalíticas e também de autores das universidades.

Em 2017, começaremos a constar do catálogo da Biblioteca Virtual de Psicanálise da América Latina –Bivipsil, patrocinada pela Federação Psicanalítica da América Latina, possibilitando, assim, a pesquisa de resumos e artigos autorizados pelos autores para divulgação virtual, procurando acompanhar as transformações da realidade e as necessidades de mudança da psicanálise e dos psicanalistas.

Como parte de nosso objetivo de intercâmbio científico, estamos presentes nas bibliotecas físicas de todas as Sociedades e Grupos de Estudos de Psicanálise do Brasil, e também de algumas sociedades no exterior; vimos mantendo a prática de doação de exemplares da Berggasse 19 para bibliotecas de universidades locais com cursos de Psicologia e Medicina, e para a Biblioteca do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, em São Paulo, capital.

A revista aceita a submissão de artigos em inglês e espanhol para tradução ou publicação na língua em que foram escritos, a critério do corpo editorial.

ORIENTAÇÃO EDITORIAL E NORMAS PARA PUBLICAÇÃO
DE TRABALHOS


 


1. Linha Editorial
Berggasse 19 é uma publicação semestral da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto (SBPRP), filiada à International Psychoanalytical Association (IPA). É editada desde maio de 2010. Tem por objetivo divulgar a produção literária no campo da Psicanálise bem como de suas interfaces com as diversas áreas do conhecimento. Pretende criar espaço de expressão e troca de conhecimento psicanalítico, cultural e social, favorecendo a expansão e o aprofundamento da Psicanálise, estimulando o diálogo entre pensadores e instituições da comunidade científica sobre temas de interesse comum. Os manuscritos poderão ser apresentados sob forma de artigos, ensaios, conferências, reflexões, entrevistas e resenhas.


2. Submissão de manuscritos
• Os manuscritos em português, inglês ou espanhol deverão ser encaminhados à Revista de Psicanálise da SBPRP, por meio do e-mail: revistasbprp@gmail.com.
• Os textos deverão ser preferencialmente inéditos e, caso não o sejam, à Revista reserva-se o direito de exigir do autor a autorização prévia do periódico no qual já foi ou está sendo publicado o artigo. Caso ocorra publicação de texto já constante ou a constar de outro periódico, sem o devido esclarecimento do Conselho Editorial da Revista, as responsabilidades legais advindas serão exclusivamente do autor.
• Os textos aceitos e publicados tornam-se propriedade da Revista de Psicanálise da SBPRP, vedada a reprodução, total ou parcial, sem sua devida autorização. Com a publicação, o autor estará transferindo automaticamente o copyright para a Revista, salvo exceções previstas na lei de direitos autorais (Lei Nº 9.610, De 19 De Fevereiro De 1998).
• Os conceitos, ideias e opiniões emitidas são da inteira responsabilidade do autor.


3. Apresentação do Artigo
O encaminhamento de textos para publicação deverá obedecer às normas abaixo relacionadas. A Berggasse 19 baseia-se nas normas da American Psychological Association (APA) no que se refere às citações no texto e referências bibliográficas, explicitadas na sequência.

Folha de rosto identificada
• Título em português, inglês e espanhol, Times New Roman, fonte tamanho 14, em negrito e centralizado.
• Nome completo e afiliação institucional do(s) autor(es).
• Nota de rodapé com endereço completo incluindo telefone, assim como endereço eletrônico do(s) autor(es) Times New Roman, fonte tamanho 11.
• Nota de rodapé com agradecimentos, apoio institucional, apresentações em eventos e esclarecimentos que atendam a normas éticas, quando necessários Times New Roman, fonte tamanho 11.

Folha de rosto sem identificação
• Apresentação do título do trabalho em português, inglês e espanhol Times New Roman, fonte tamanho 14, em negrito e centralizado.

Resumo e palavras-chave em português, inglês e espanhol
• O resumo (abstract e resumen) deverá conter até 150 (cento e cinquenta) palavras, Times New Roman, fonte tamanho 11, texto justificado..
• As palavras-chave (keywords e palabras clave) deverão ter, no mínimo 3 (três) e no máximo, 5 (cinco) e deverão vir em seguida ao resumo.
• O resumo e as palavras-chave em português, nesta ordem, deverão vir na primeira página, após o título e nome do autor.
• Os resumos e palavras-chave em inglês e espanhol virão ao final do artigo, antes das Referências Bibliográficas.

• Apresentação do texto
O texto deverá ser encaminhado apenas por correio eletrônico ao e-mail, revistasbprp@gmail.com, em arquivo Word, letra Times New Roman, corpo 12, entrelinha 1,5, texto justificado. Pede-se o formato *.doc ou *.rtf. Deverá ter, no máximo, 30.000 caracteres, incluídos os espaços.
Padrões gráficos
• Não usar negrito ou sublinhado no corpo do texto.
• As palavras estrangeiras e títulos das obras citadas no texto deverão estar em itálico, sem aspas.
• Os artigos mencionados no texto deverão ter tipo normal, entre aspas.

Procedimentos de avaliação
• Os artigos serão encaminhados para três pareceristas, psicanalistas de Sociedades filiadas à IPA. Os artigos poderão ser inteiramente aceitos, aceitos com sugestões ou recusados. Ao Conselho Editorial cabe a autorização final quanto à publicação de artigos ou resenhas.
• Os artigos que não contemplarem as condições de publicação serão entregues ao autor para que tenha a liberdade de enviá-los a outras publicações.
• Os artigos serão enviados anonimamente para avaliação. Assim como serão anônimos os psicanalistas que são avaliadores.
• À Revista reserva-se o direito de não tornar públicos os pareceres sobre os artigos originais a ela enviados.
• Ao Conselho Editorial reserva-se o direito de fazer pequenas modificações no texto durante o processo de editoração gráfica.


CITAÇÕES NO TEXTO

1) Um autor:
- sobrenome do autor, seguido do ano de publicação original entre parênteses.
Ex. Freud (1905) ou (Freud, 1905).

2) Dois autores:
citar ambos os autores. Ex. Bezoari e Ferro (1992) ou (Bezoari & Ferro, 1992).
- autores citados no texto em português: ligados por e.
- autores citados no texto em inglês: ligados por and.
- autores citados no texto em espanhol: ligados por y.
- dentro dos parênteses: ligados por &. Ex. (Basile & Ferro, 2009).

3) De três a cinco autores:
- primeira vez no texto: citam-se todos os sobrenomes dos autores. Ex. Hayashi, M., Faria, Hoffmann, Hayashi, C. e Ferraz (2006) ou (Hayashi M., Faria, Hoffmann, Hayashi, C. & Ferraz, 2006).
- citações seguintes: Sobrenome do primeiro autor seguido de et al. Ex: Hayashi et al. (2006) ou (Hayashi et al., 2006).
- Seis autores ou mais: Sobrenome do primeiro autor seguido de et al. Ex: Ribeiro et al. (2007) ou (Ribeiro et al., 2007).

4) Vários autores, mesma ideia:
- citação pela ordem alfabética dos sobrenomes. Ex. Parker, Wall e Jackson (1997) e Parker (2000) ou (Parker, Wall e Jackson, 1997; Parker, 2000).

5) Um autor, com diferentes datas de publicação:
- citar as datas em ordem cronológica. Ex: Tavares (1994, 1995, 1998) ou (Tavares, 1994, 1995, 1998).

6) Um autor, com a mesma data de publicação:
- citar a data seguida de letras minúsculas. Ex. Robinson (1973a, 1973b, 1973c).

7) Citações de fontes informais:
- acrescentar a fonte após a citação. Ex. (comunicado em palestra, 9 de junho, 2002).

8) Citações de reedição:
- citar a data de publicação original seguida da data da edição consultada.
Ex. (Skinner, 1953/1989) ou Skinner (1953/1989).

9) Citação direta: É a transcrição (reprodução integral) de parte da obra consultada, conservando-se a grafia, pontuação, idioma etc.
Trecho delimitado por aspas duplas, seguido do sobrenome do autor, data e página, mantendo a formatação do texto, fonte Times New Roman e tamanho 12.
Ex: A sombra do futuro é projetada para frente (...) “depende da direção em que você está viajando” (Bion, 1976, p.237).

10) Citação direta com mais de 40 palavras:
Texto em fonte Times New Roman - tamanho 11, sem aspas com recuo de 4cm da margem esquerda e finalizado em margem sem recuo com texto justificado.
Exemplo:
Bion extraiu o termo função do campo da matemática e, segundo Zimerman, a equivalência entre ambos é que na matemática função alude a um elemento variável que satisfaz os termos de uma equação, e do mesmo modo a função alfa representaria uma incógnita à espera de uma realização para satisfazer-se. Assim, a função alfa, na teoria de Bion, é a primeira que predominantemente existe no aparelho psíquico (Fochesatto, 2013, p. 120).
- Depoimentos ou entrevistas em itálico.

11) Citação indireta:
É a transcrição das ideias de um autor usando suas próprias palavras.
Ex: (...) Em parte por tratar tudo o que ele diz e faz como comunicações potencialmente significativas para o analista (Ogden, 1989).

12) Citação de citação:
É a transcrição direta ou indireta de uma obra a qual não se teve acesso à obra original. Utilizar “citado por”.
Ex. Leedy (1988, p.262, citado por Richardson, 1991, p. 417) compartilha deste ponto de vista ao afirmar “os estudantes estão enganados quando acreditam que eles estão fazendo pesquisa, quando de fato eles estão apenas transferindo informação factual (...)”

13) Obras em vias de publicação:
- acrescentar “no prelo” após o sobrenome do autor.
Ex: Segundo Carneiro (no prelo), todo comportamento humano decorre da concepção (...).

14) Endereços eletrônicos:
- citar o endereço eletrônico após a informação, entre parênteses.
Ex: (www.sbprp.org.br).

15) Epígrafe(s)
Elemento opcional, no qual o autor apresenta uma citação, seguida de indicação de autoria, relacionada à matéria tratada no corpo do trabalho. Pode haver, também, epígrafes nas folhas de aberturas das seções primárias.
A fonte deverá estar em Times New Roman, fonte tamanho 11, texto justificado e recuo à esquerda 4cm.
Exemplo:
Se um homem tem um talento e não tem capacidade de usá-lo, ele fracassou. Se ele tem um talento e usa somente a metade deste, ele fracassou parcialmente. Se ele tem um talento e de certa forma aprende a usá-lo em sua totalidade, ele triunfou gloriosamente e obteve uma satisfação e um triunfo que poucos homens conhecerão.
Thomas Wolfe

16) Citação De Fontes Informais
Quando obtidas através de comunicações pessoais, anotações de aulas, trabalhos de eventos não publicados (conferências, palestras, seminários, congressos, simpósios etc.), e-mails etc., cita-se no texto as iniciais do prenome e o sobrenome do comunicador e a data. As referências não são incluídas no final do trabalho.
Exemplo: K. W. Schaie (comunicação pessoal, 18 de abril de 1993)

REFERÊNCIAS

São apresentadas ao final do artigo e devem conter os autores mencionados no texto.

Apresentação dos autores por ordem alfabética do último sobrenome do autor. Várias obras de um mesmo autor, as obras serão dispostas por ordem cronológica de publicação.

Mais de seis autores:
Citam-se os seis primeiros sobrenomes, seguidos de et al. para os seguintes.
Ex: Wenger, N., Sivarajan, F., Smith, L., Ades, P., Berra, K., Blumenthal, J. et al

1) Autor:
Indica-se o autor pelo último sobrenome, seguido da inicial maiúscula abreviada do nome e prenome. Ex.: Freud, S.
França, M. O. A. F.
Quando não há um autor específico, cita-se primeiramente o título da obra.
Ex: Avaliação psicopedagógica da criança de sete a onze anos. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1997. 182 p.

2) Título:
Título e subtítulo separados por dois pontos, em itálico.
Ex: A entrevista de Vancouver: Fragmento de vida e obras de uma vocação psicanalítica.

3) Local de publicação:
Citar o local de publicação conforme o documento. Cidade, seguida do estado. Exceto para as capitais brasileiras ou cidades reconhecidas internacionalmente. Sem local reconhecido, usar sine loco, abreviado, entre colchetes. Ex.: [s.l.].
Ex: Lacan, Jacques. O seminário: livro 15: o ato psicanalítico. [s.l.]: [s.n.], 279 p.

4) Editora:
Transcrição da editora do documento com prenome abreviado, quando houver, dispensando-se as fontes jurídicas ou comerciais. Ex: J. Olympio; Imago; Artes Médicas.
Editora não identificada, usar sine nomine, abreviado, entre colchetes. Ex.: [s.n.].
Ex: Rustin, M. (2000). A boa sociedade e o mundo interno: psicanálise, política e cultura. Rio de Janeiro: Imago. Lacan, Jacques. O seminário: livro 15: o ato psicanalítico. [s.l.]: [s.n.], 279 p.

Exemplos de referências:

1) Livros
1.1) Com autoria institucional:
Committee on Peer Review. American Psychoanalytic Association. Psychoanalytic Peer Review. In Committee on Peer Review, American Psychiatric Association (1981), Manual of Psychiatric Peer Review (Second Edition). Washington, D.C.: American Psychiatric Association, p. 80–100.
1.2) Com indicação de:
1.2a) Edição:
A edição vem citada após o título da obra, em minúsculas e abreviado.
Ex: Bion, W. R. (2004). Transformações. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Imago. 200 p.
1.2b) Tradutor:
Citado após o título da obra, abreviado em maiúscula (Trad.), seguido do nome do tradutor abreviado e sobrenome por extenso.
Ex.: Antonino Ferro em São Paulo: seminários clínicos e temáticos. Trad. M. Petricciani. SBPSP: Coleção Acervo Psicanalítico.
1.2c) Organizador:
Cita(m)-se o(s) nome(s) do(s) organizador(s) segundo as regras para “Autor”, seguido da abreviatura “org.” entre parênteses.
Ex.: França, M. O. A. F.; Petricciani, M. (orgs.).
1.2d) Data e título originais:
Deverão vir ao final, após dados de edição, entre parênteses, especificando o ano da publicação original e o título. Ex: (Trabalho original publicado em 1993. Título original: The dyer’s hand).
1.2e) Volume da obra:
A citação do volume será apresentada após o título da obra.
Ex: Freud, S. (1900) A interpretação dos Sonhos. E.S.B. vol. 6, Rio de Janeiro: Imago.
1.2f) Capítulo de livro:
O título do capítulo será citado após o nome do autor, seguido da expressão In, seguida do nome do autor da obra consultada, título da obra em itálico e páginas a que se refere. Ex.: Steiner, J. Uma teoria dos refúgios psíquicos. In Steiner, J. Refúgios psíquicos: organizações patológicas em pacientes psicóticos, neuróticos e fronteiriços. (p. 17-29). Rio de Janeiro: Imago. 1997.
1.2g) Capítulo de livro com indicação de data da edição original:
A citação da data original virá após dados de edição, entre parênteses. Ex.: Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1923).
1.2g) Série:
Indicar, logo após o título, entre parênteses.
Exemplo:
Phillipi Jr., A. (2000). Interdisciplinaridade em ciências ambientais (Série Textos Básicos para a Formação Ambiental, nº 5). São Paulo: Signus.

2) Artigos
Após o nome do artigo, cita-se o título do periódico em itálico. Ex.: Zonana, R. A. (2010). Um homem em sua feminilidade. Jornal de Psicanálise, 42 (77), 47-64.
No prelo: A expressão “no prelo” virá após o nome do autor, entre parênteses.
Ex: Verztman, J.S. (no prelo). A relevância da psicanálise na melancolia.

3) Revista de divulgação (Veja, Época, Bravo, etc.)
O nome da revista virá após o título do artigo, em itálico, seguida do volume, página e ano de publicação. Ex: Schelp, D. (2010, 13 de janeiro). A conquista da memória. Veja, 63 (2147), 2010.

4) Jornal
4a) Artigo:
O nome do jornal vem após o nome do artigo, em itálico, especificando-se a cidade de sua publicação, caderno e página. A data (ano, dia e mês) virá após o nome do autor, entre parênteses.
Ex: Forbes. J. (3 jun. 2004). Para não entender Timbalalaika. Folha de S. Paulo. São Paulo, Ilustrada, C8.
4b) Entrevista:
Após o nome do entrevistado, cita-se o ano, seguido de dia e mês da publicação, entre parênteses. O título da entrevista virá após a data. Segue-se o nome do entrevistador, entre colchetes.
Ex.: Mirotti, T. (2008, julho). Transtorno bipolar. [Entrevista com Andreneide Dantas]. Revista Saúde, 300, 2008.

5) Congressos, simpósios, seminários
Trabalhos publicados
Após autor e título, cita-se a expressão In seguida do título da obra em que o artigo foi publicado. Segue-se o nome do evento com as páginas referentes ao artigo, estado e cidade de realização, seguido de dados de editora e ano de publicação.
Ex: Knobel, M. A realidade externa e os afetos na situação analítica. In Anais do Congresso Brasileiro de Psicanálise, 6° Congresso Brasileiro de Psicanálise, 16-34, Rio de Janeiro, SBPRJ, 1977.
Trabalhos não publicados
Ex: Pontes, A. R. N. (2007). Uma situação analítica de difícil manejo. Trabalho apresentado no Congresso Brasileiro de Psicanálise, Porto Alegre, maio de 2007.

6) Dissertações e teses
6a) Adota-se o mesmo modelo de referências de “Livros”.
6b) Não publicadas: Autor, ano de realização, seguido de especificações sobre dissertação de mestrado ou tese de doutorado, a instituição à qual está ligada e cidade.
Ex.: Medeiros, C. (2009). Girando o cata-vento: sofrimento e cuidado na psicanálise do ser e fazer. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo (IP/ USP), São Paulo.

7) Fontes eletrônicas
Após os dados regulares, citar a data de disponibilização, a fonte e o endereço eletrônico.
Ex.: Szajnbok, M. (2000). Freud e Lacan. Disponível em 10 de setembro de 2000, no 100 anos da interpretação dos sonhos: http://www.comciencia.br/reportagens/psicanalise/psique09.htm.

8) Imagens e ilustrações
As ilustrações, fotos e imagens deverão ter boa qualidade. Poderão vir no corpo do texto, com baixa resolução, acompanhadas de outra, à parte, com alta resolução, no tamanho 10 X 15 cm. Quando não estiverem incluídas no corpo do texto, deverá ser indicado o espaço em que será incluída a imagem, com numeração específica para sua identificação.
Deverão ser identificadas abaixo da imagem contendo Título, autor e ano.
Ex: O Grito, Van Gogh, 1893.

9) Resenhas
As resenhas deverão trazer todos os dados referentes à obra resenhada: Título, nome do(s) autor(es) ou organizador(es), tradutor(es) e revisor(es) técnico(s), se houver; nome da editora, local, ano de publicação e número de páginas. O nome do autor da resenha virá após os dados da obra resenhada. A titulação e o endereço completo virão em nota de rodapé. Os padrões gráficos seguem aqueles determinados em “Normas para publicação”.
Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990), em vigor a partir de 1º de janeiro de 2009, no Brasil.

10) Filmes e vídeos
Filmes cinematográficos ou científicos, gravações de vídeo e som, ilustrações, slides, transparências, cartazes, esculturas, maquetes, jogos, modelos, protótipos etc.
Exemplo:
Sobrenome, Prenome (Produtor), & Sobrenome, Prenome (Diretor). (data). Título do filme [meio de gravação]. Local: Produtora.
Nolan, C. (Director). (2005). Batman begins [DVD]. Burbank, CA: Warner Bros.


Assinaturas
ASSINATURA ANUAL
(compreendendo 2 exemplares)
R$ 120,00

NÚMEROS AVULSOS
R$ 60,00

ASSINATURA ANUAL PARA O EXTERIOR
US$ 70,00

BiViPsi - Biblioteca Virtual de Psicoanalisis


www.bivipsil.org

Vendas (exemplares avulsos e assinaturas)


Exemplares avulsos:
Valor: R$ 60,00 por número avulso.
Forma de pagamento: Pagseguro.
Frete Grátis

Assinaturas:
Anual (dois exemplares): R$ 120,00
Forma de pagamento: Pagseguro
Frete Grátis